Os 3 erros mais comuns quando está a planear um evento



Os eventos podem ter uma duração variável; serem feitos presencialmente ou online (e ainda de forma híbrida); podem ter os mais diversos objetivos, como celebrar um aniversário de empresa, lançar um novo produto ou serviço, realizar um evento sazonal (festa de Natal) ou mesmo, mostrar algum conhecimento específico.


Quanto mais nos aproximamos do Verão, mais surgem outros tipos de eventos, associados a esta época do ano mais descontraída e com melhores condições climatéricas: os festivais de Verão, as festas e arraiais, os concertos e outros espetáculos ao ar livre.


Para quem nunca organizou um evento, pode pensar que é demasiado complexo para sequer tentar, mas quem participa numa organização deste género sabe, que, para além de ser uma experiência bastante dinâmica e que precisa de planeamento e rigor, também tem momentos descontraídos e onde a equipa partilha uma boa energia e celebração por um evento bem feito.


No final ficam as experiências, tanto de quem organiza, como de quem vive o evento e idealmente estas serão positivas e memoráveis.


Para assegurar que esse objetivo é conseguido é preciso evitar estes 3 erros:


1) Não planear com antecedência o planeamento é meio caminho andado para o sucesso de um evento porque há que verificar se o local tem os meios adequados, migrar equipamentos e técnicos para lá com antecedência e testar tudo previamente. E o planeamento audiovisual já é um passo mais avançado no processo: primeiro é preciso definir qual o local, para quem se destina o evento, angariar ou comunicar para a audiência certa e levá-los a interessarem-se por participar. Pode acontecer que não haja tempo para um planeamento mais profundo e aí o ideal é recorrer a uma empresa como a Palco 22 porque tem já a check-list e a organização necessária para poder ajudar nessa missão.


2) Não escolher o equipamento audiovisual certo quem nunca tropeçou num cabo? Imagine agora que está a palestrar ou a cantar num palco e o seu microfone tem essa extensão que acaba por ser um potencial risco na sua atuação. É importante que os equipamentos sejam de última geração, discretos e wireless para que a sua voz possa chegar de forma nítida a todos os presentes e se possa mover livremente pelo palco.


3) Não escolher os parceiros certos existem várias empresas que podem providenciar meios técnicos e humanos para produzir e realizar o evento que pretende, mas quantas empresas conhece que trazem valor acrescentado? Que aconselham, guiam e orientam e que trazem soluções para o seu caso em particular e que se importam verdadeiramente sobre o sucesso do seu evento como se de um evento seu se tratasse? É na entrega extra que se distingue uma empresa de outra, no seu interesse e envolvimento na procura das melhores soluções. Por isso o ideal é escolher parceiros de confiança e que possam dar-lhe esse acompanhamento extra.

O Palco 22 é um sério candidato a ponderar nessa escolha 😊


Existem outros aspetos a considerar mas estes são os 3 mais comuns.

Nenhum deles é impeditivo para a realização do seu evento, no entanto, quanto mais antecipar a resolução destas questões, mais sucesso vai ter!

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo